Tá Vendo Aquela Lua que Brilha lá no Céu?


Muito Mais do que só Neve!


Em muitos casos, os estudantes acabam por tirar a University of Alberta das suas universities lists por um simples motivo: o clima. Por estar localizada em uma região mais ao norte no Canadá, a universidade enfrenta durante a maior parte do ano temperaturas baixas e neve constante. Entretanto, é extremamente injusto desqualificar a universidade somente pelo clima. A University of Alberta (UOA) é sede de inúmeros centros de pesquisa e também possui uma comunidade notável, extremamente dedicada a pesquisa, a engenharia e a sustentabilidade. Sendo assim, hoje iremos falar sobre um dos aspectos recentes que representa a exímia tecnologia da universidade: o observatório da UOA.


University of Alberta


Em breve nos cinemas!


Com inauguração prevista para ser realizada em um evento online no dia 12 de janeiro de 2021, o Observatório Hesje da UOA é a mais nova atração para seus estudantes. A universidade já contava com um observatório prévio, localizado dentro do campus principal da universidade. Entretanto, o desejo por um ambiente desprovido de poluição visual luminosa motivou a equipe a construir o observatório no centro de pesquisa na região do lago Miquelon, localidade desprovida das mais diversas influências urbanas no processo de análise de corpos celestes. Os recursos monetários necessários para a construção do observatório foram obtidos através da doação de ex-alunos que desejavam o bem de sua alma mater.

Observatório Hesje

O propósito inicial da construção era somente ser um telescópio potente para estudos no curso de astrofísica, mas a vontade de criar uma instalação que pudesse auxiliar todo o corpo estudantil motivou os realizadores do projeto a construir um observatório por completo. Além disso, os professores universitários se dizem extremamente empolgados com a criação do observatório, uma vez que, segundo os profissionais, o observatório vai não somente engajar a comunidade universitária na área das STEMs (Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática), mas também auxiliar na coleta de informações sobre populações indígenas da região. Para a finalidade recreativa do local, o observatório vai possuir áreas nas quais pessoas podem levar seus próprios telescópios para apreciar o céu a noite.